Não venda produto, venda propósito!

“As pessoas não compram o que você faz, elas compram o porquê você faz. Aquilo que você entrega é só uma prova da autenticidade do seu propósito.”

Simon Sinek

Durante a faculdade de publicidade e marketing aprendemos que é mais caro conquistar um novo cliente do que manter um já existente e observando o dia a dia, percebemos que não importa o tamanho e custo do produto ou serviço, preferimos marcas que conhecemos ou que nos recomendaram, confiamos nelas, o que nos faz comprar e/ou recomendar outros produtos, mesmo sem termos experimentado. 

Também aprendemos que as pessoas gostam de histórias bem contadas mais do que de saber de especificações, elas querem o problema delas resolvido, não importando muito como isso ocorra. É o grande clichê do marketing: Você não compra uma furadeira, você compra sua casa bonita e organizada com os quadros e prateleiras no lugar. 

Então qual é esse problema, essa vontade que as pessoas têm que seu negócio resolve? E por que decidiste criar e manter o negócio?

Para responder isso, podemos usar o que pensamos e decidimos no post Tive uma ideia de negócio e agora? junto com o Golden Circle. Se já sabes o que faz, e entendes como faz isso, podemos encontrar o porquê. Para que entendas melhor, vamos dar nosso exemplo.

O que: assessoria de negócio e comunicação para micro, pequenas e médias empresas.

Como: através de pesquisa e pensamento estratégico, estruturamos identidade visual e comunicação nos mais diversos pontos de contato. 

Porquê: acreditamos que o crescimento de negócios locais mudam as comunidades para o bem ao empoderá-las economicamente. 

O modelo proposto é abstrato e por isso, fornece-nos as razões dos nossos esforços diários, das incontáveis reuniões, emails, planilhas e entregas. Também é um bom começo para a comunicação do seu negócio uma vez que os seus clientes entendam suas motivações e tenham prova disso através de algum produto ou serviço, eles podem confiar que tudo o que ofereces, terá a mesma qualidade e atenção. 

Nem todo negócio tem um porquê filosófico e profundo, alguns nasceram para gerar lucro ou porque o fundador sabia fazer aquilo e isso não muda a autenticidade ou a determinação necessária para manter o negócio girando. 

Não é fácil entender ou descobrir o porquê, mas vale a pena e, se precisares de uma mãozinha, conte connosco. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *